Social Icons

twitterfacebookgoogle pluslinkedin

Trilhas



1999   
  • Edith atua como cantora e acordeonista da peça de teatro “As crianças do paraíso”. A trilha é premiada com o prêmio paranaense de teatro ”Gralha Azul.
2005   
  • Edith compõe trilha sonora exclusiva para a peça teatral “Amorfou”, direção de Olga Nenevê. Trilha ganha o “Gralha Azul”.
  • Compõe trilha sonora, toca ao vivo acordeom, canta e atua num papel coadjuvante na peça “Daqui a duzentos anos”, direção de Marcio Abreu, peça produzida pelo ACT em Curitiba.
  • Cria trilha original que é tocada ao vivo, para o espetáculo para crianças “Noite de Reis”, direção de Marcio Juliano. Peça recebe indicação de melhor espetáculo. 
2006   
  • Edith compõe trilha original para “O filme da rainha”, longa-metragem de Sergio Mercúrio (AR) sobre Efigênia Rolim. Este filme ganha o prêmio público na Mostra Internacional de Cinema 2007 em São Paulo.
  • Compõe trilha sonora para a peça “Apenas o fim do mundo” texto de Jean Luc Lagarce, direção de Marcio Abreu.
  • A sonoplastia que fez para a peça de teatro para crianças “Tuike”, com direção de Olga Nenevê, ganha indicação do “Gralha Azul”.
  • Edith compõe trilha original para o espetáculo de dança de Mônica Infante e Laura Miranda “O lago amarelo”.
2007   
  • Faz sonoplastia para a peça-recital  ”A pequena Humanidade de Um Fernando Pessoa” de Louri Santos.




2008   
  • Edith é duplamente indicada para o prêmio de teatro paranaense “Gralha Azul” na área de composição de trilha para teatro, e ganha o prêmio junto com Marcelo Torrone para a peça “Sobre tempos fechados”, direção Marcos Damaceno.
  • Para a peça “Marcelino pão e vinho” sob a direção de Maurício Vogue, Edith compõe canções inéditas.
  • Compõe trilha original para a peça solo de Paula PI “Quando ando em pedaços – notas sobre minha mãe”.
2009   
  • Edith participa do projeto Brasis: Leituras Plurais sonorizando poemas e textos de Clarisse Lispector e Carlos Drummond de Andrade. Direção de Lílian Fleury.
  • Compõe trilha original para violoncello solo, para a peça de teatro “O Visitante”, texto de Hilda Hilst, sob direção de João.
2010   
  • Edith foi a vencedora do prêmio Gralha Azul de melhor sonoplastia por “M.M.M. – A Montanha do Meio do Mundo”, peça de teatro para crianças, montagem da Obragem Teatro e Cia, com direção de Olga Nenevê.     
  • Compõe trilha para a peça de teatro “Marias e Madalena” sob direção de Marcio Juliano.
  • Edith compõe trilha original para o CD duplo “Radiola falante” e assina a direção musical.     

2011   
  • Edith faz trilha sonora (sonoplastia e original) para o espetáculo de dança  “Lugares de mim” da desCompanhia de dança, com direção de Cíntia Napoli.


  • Edith recria trilha original do espetáculo de dança “OPUS 3 – para Adelina Gomes” junto com Paula Pi.
  • Recebe indicação pela trilha original da peça de tratro “Vertigem”, da Súbita Companhia de Teatro, com direção de Maira Lour.
  • Compõe trilha sonora para a peça teatral “As tramóias de José na cidade labiríntica”, sob a direção de Olga Nenevê. Recebe indicação para o “Gralha Azul”


2012   
  • Compõe trilha original para o curta metragem “Psicologia no Paraná”.
  • Compõe trilha original para a peça de teatro “Valsa nº 6” com direção de Gustavo Bittencourt e para a desCompanhia de dança sob direção de Cintia Napoli para o espetáculo “IN-REAL”.
  • A trilha original composta para a peça de teatro “Porque não estou onde você está” ganha indicação para o “Gralha Azul”. Montagem da Súbita Companhia  de Teatro, com direção de Maira Lour.
  • Edith faz sonoplastia e compõe para o espetáculo de dança “Entre...Danças”, com direção de Marila Velloso.



2013 
  • Edith assina sonoplastia para a peça de teatro “Tempestade inabitada” com direção de Nina Sa.




 

no wonder

Deep blue

EINSTÜRZENDE NEUBAUTEN